Corrente russa

O que é?

A corrente russa é um estímulo elétrico usado para produzir uma contração muscular no local em que ele é aplicado. Com isso, pode haver melhora no tônus muscular e na flacidez da pele, além de estimular a circulação sanguínea e linfática e a oxigenação celular. Esteticamente pode ser usada para promover maior tonicidade muscular facial e corporal, melhora da celulite e rugas da face e pescoço e a modelagem corporal. Pode ser usada também para a recuperação do tônus muscular pós-parto e pós emagrecimento, além de pré e pós-lipoaspiração.

Indicações:

A corrente russa é indicada em casos de flacidez da pele, celulite, melhora do tônus muscular do rosto e corpo, pós-parto, pós emagrecimento e pré e pós-lipoaspiração.

Contraindicações:

O uso das correntes elétricas para estimulação muscular deve ser evitado em pessoas com cardiopatias congestivas e insuficiência cardíaca, portadores de marca-passo, indivíduos com patologias circulatórias como flebites, embolias, varizes e tromboflebites, pessoas com pressão alta ou baixa, processos infecciosos e inflamatórios, febre, neoplasia, doenças renais crônicas, patologias pulmonares (como enfisema), tumores na pele, doenças de pele extensas, fragilidade de vasinhos capilares, algumas doenças reumatológicas, implantes metálicos, lesões musculares tendinosas e ligamentares que impeçam a contração muscular fisiológica.

Como é feita?

A técnica consiste em uma corrente de média frequência alternada de 2.500 Hz, aplicada como uma série de disparos separados, com o objetivo de produzir a potencialização muscular intensa, reduzindo ao máximo a percepção sensitiva do paciente. A corrente só pode ser aplicada entre cinco até 20 minutos, a corrente elétrica é despolarizada e, portanto, não apresenta riscos de choques. Só há o risco de maior dor com o tratamento conforme se aumenta a intensidade da corrente.

Periodicidade:

São necessárias de 10 a 20 sessões que podem ser feitas até duas ou três vezes por semanas. Os estímulos elétricos são aplicados por entre cinco e 20 minutos, mais do que isso pode ocasionar fadiga muscular. A manutenção após essas sessões depende conforme o caso e o objetivo e devem ser orientadas pelo médico.

Cuidados:

Não há cuidados que precisem ser feitos antes das sessões de aplicação da corrente russa.

Para saber mais:

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked as *

*