Drenagem

O que é?

A drenagem linfática facial tem objetivos preventivos, estéticos e terapêuticos, pois estimula o sistema de defesa, a oxigenação dos tecidos e ajuda na eliminação de líquidos que ficam retidos, tonificando a pele e retardando o envelhecimento dos tecidos.

Indicações:

A técnica ameniza problemas de origem vascular.

Contraindicações:

A drenagem linfática manual é contra-indicada nos seguintes casos:

-Infecções agudas;  insuficiência cardíaca descompensada; flebites; tromboses; tromboflebites; síndrome seno carotídeo;  hipertensão; certos tipos de afecções da pele; câncer, asma brônquica e bronquite asmática; hipertireoidísmo; parte do corpo inchada, dolorida, avermelhada, sensação de mal-estar.

Como é feita?

O procedimento imita a ação dos vasos linfáticos e é iniciado com a execução de pressões leves no rosto, somente para movimentar a pele, porém, sem pressioná-la de maneira muito profunda. Isso serve para abrir pequenos vasos linfáticos, permitindo assim que o fluido dos tecidos seja transferido para o sistema linfático.

O movimento básico da drenagem é em forma de círculos, que começam com uma pressão ligeiramente menor em direção aos gânglios linfáticos e são finalizados com um nível menor de pressão. O objetivo disso é empurrar os fluidos que estão dentro dos vasos linfáticos para os gânglios linfáticos.

Periodicidade:

As sessões podem ser feitas uma vez por semana, ou até mais do que isso, no caso de um tratamento para peles mais necessitadas. “A frequência ideal vai depender de cada caso, mas é importante manter a regularidade no tratamento para não prejudicar o resultado final”.

Cuidados:

Não exige cuidados especiais.

Para saber mais:

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked as *

*